Victor e Diogo – Portão de Grade

Victor e Diogo - Portão de Grade

Victor e Diogo – Portão de Grade

1ª OPÇÃO – BAIXAR

Letra:

Abriu um barzinho em frente à sua casa
E tem dose dupla das cinco às seis
De vez em quando dou uma espiada
E domo o meu sofrimento outra vez

Chega um cara estranho e para na sua porta
Ele te cumprimenta com um beijo na boca
Os dois entram, eu vejo tudo pelo portão de grade, a porta fecha e vem um blackout, você e ele

Fazendo amor, no nosso antigo quarto
Eu aumentando o som do carro pra disfarçar e não te ouvir
Fazendo amor, no nosso antigo quarto
Me sinto tão desesperado, pior que eu mereço sentir
Ninguém mandou eu te trair

Abriu um barzinho em frente à sua casa
E tem dose dupla das cinco às seis
De vez em quando dou uma espiada
E domo o meu sofrimento outra vez

Chega um cara estranho e para na sua porta
Ele te cumprimenta com um beijo na boca
Os dois entram, eu vejo tudo pelo portão de grade, a porta fecha e vem um blackout, você e ele

Fazendo amor, no nosso antigo quarto
Eu aumentando o som do carro pra disfarçar e não te ouvir
Fazendo amor, no nosso antigo quarto
Me sinto tão desesperado, pior que eu mereço sentir
Ninguém mandou eu te trair

Abriu um barzinho em frente à sua casa
E tem dose dupla das cinco às seis
De vez em quando dou uma espiada
E domo o meu sofrimento outra vez

Chega um cara estranho e para na sua porta
Ele te cumprimenta com um beijo na boca
Os dois entram, eu vejo tudo pelo portão de grade, a porta fecha e vem um blackout, você e ele

Fazendo amor, no nosso antigo quarto
Eu aumentando o som do carro pra disfarçar e não te ouvir

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here